Escolha uma Página

Parceria de Longo Prazo

A EnP e o CPGeo firmaram hoje, 05 de junho de 2020, Dia Mundial do Meio Ambiente, um contrato comercial estabelecendo uma aliança estratégica no desenvolvimento de serviços de processamento sísmico por um período de cinco anos.

Trata-se de aliança entre empresas do setor energético para estudar os recursos naturais de uma forma integrada e estruturar os ecossistemas energéticos que estão no radar das ações da EnP. Isso será obtido através de um inovador processamento sísmico, suportando a modelagem geológica e geofísica, com uma consequente maior integração ambiental.

A ENERGY PLATFORM – EnP é uma empresa brasileira, sediada no Rio de Janeiro, criada com o DNA de conceber, desenvolver e operar ecossistemas energéticos. Para tal, com base no vasto portfólio energético do Brasil, a EnP identifica oportunidades por meio de alianças estratégicas e modelos de negócios inovadores.

“A EnP trabalha no desenvolvimento de ecossistemas com a missão de contribuir para uma matriz energética cada vez mais balanceada, buscando sinergias entre as diversas fontes de energia, respeitando o meio ambiente e contribuindo para desenvolvimento sustentável de nosso País”, diz Marcio Felix, presidente da EnP.

O CENTRO POTIGUAR DE GEOCIÊNCIAS – CPGeo é uma empresa brasileira de geofísica especializada em processamento de dados sísmicos, terrestre e marítimo. Localizada na cidade de Natal, Rio Grande do Norte, e em atividade há mais de 12 anos, com um corpo técnico e gerencial de geocientistas com larga experiência, além de responsáveis pelo desenvolvimento de grande parte do próprio portfólio de software da empresa.

“Esta aliança com a EnP é um marco na história do CPGeo. A oportunidade de construirmos juntos um portfólio robusto e consistente representa uma etapa importante na nossa empresa, onde a inovação contínua de soluções geofísicas é um elemento chave dessa aliança. Atualmente possuímos uma adequada infraestrutura de informática, e quando processamos dados 3D de grande porte, recorremos a parceria com o Centro de Supercomputação do Senai/Cimatec e utilizamos os recursos computacionais de alta performance instalados em Salvador, Bahia, o que garante a qualidade e o cumprimento do cronograma dos projetos”, diz Sergio Luciano Freire, Diretor do CPGeo.